Sem categoria

Episódio 138a

A separação da raça humana

A SEPARAÇÃO DA RAÇA HUMANA – Mateus 25:31-46

A SEPARAÇÃO DA RAÇA HUMANA – Mateus 25:31-46

 

– Quando o Deus-humano vier com poder, junto a todos os anjos, ele vai se sentar em seu trono na grandiosidade celestial. Todas as nações vão se reunir diante dele e ele vai separar umas pessoas das outras como o pastor separa as ovelhas dos bodes. Vai colocar as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então o rei vai dizer aos que estiverem à sua direita: “Venham, abençoados de meu Pai! Recebam como herança o Reino que está guardado para vocês desde a criação do mundo. Porque eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; estive nu, e vocês me vestiram; fiquei doente, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram”. Então os íntegros vão questionar: “Senhor Deus, quando foi que vimos você com fome e te demos comida, ou com sede e demos água para você beber? Quando você foi estrangeiro e acolhemos você, ou necessitado de roupas e vestimos você? Quando esteve doente ou preso e fomos visitar você? Na condição de rei, vou responder: “saibam que o que vocês fizeram a algum irmão meu necessitado, foi como se estivessem fazendo para mim”. E vou dizer aos que estiverem à sua esquerda: “malfeitores, fiquem longe de mim e vão para o fogo eterno, destinado para o diabo e seus anjos. Porque eu tive fome e vocês não me deram de comer; tive sede, e não me deram nada para beber; fui estrangeiro, e vocês não me acolheram; precisei de roupas, e vocês não me vestiram; fiquei doente e preso, e vocês não me visitaram”.

Eles também vão questionar: “Senhor, quando foi que vimos você com fome ou com sede ou estrangeiro ou desprovido de roupas ou doente ou preso e deixamos de ajudá-lo?” Eu responderei: “saibam que o que vocês deixaram de fazer a algum irmão meu desprovido, também deixaram de fazer para mim. Os malfeitores vão para o desconforto eterno e os justos vão para a vida eterna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *