Sem categoria

Episódio 9

Episódio 9

Simeão encontrão menino Jesus, Jesus ensina os mestres

SIMEÃO ENCONTRA O MENINO JESUS

Na cidade de Jerusalém, morava um homem chamado Simeão. Cheio do Espírito de Santo de Deus, Simeão era justo, devoto e vivia à espera do messias que viria em breve para libertar Israel dos romanos.

Orientado pelo Espírito Santo, que revelou a ele que ele não morreria antes de ver o Cristo de Deus, Simeão foi até o templo de Jerusalém no mesmo dia em que os pais de Jesus estavam lá presentes para atender ao costume judaico. Contemplando o menino, Simeão o tomou em seus braços e agradeceu a Deus:

– Oh Soberano, como você prometeu, agora eu posso morrer em paz, porque eu acabo de ver Aquele que irá resgatar o mundo. Ele é a luz que alumia espiritualmente todas as nações e que elevará o povo de Israel.

Sem entender, José e Maria ficaram admirados com tudo o que Simeão exaltava a respeito da criança. Abençoando-os, Simeão disse a Maria:

– Esta criança veio para causar a queda e o levantamento de muita gente em Israel. Ele vai ser mal compreendido e será motivo de contradição: uns vão se alegrar com sua atuação, outros vão se entristecer. Isso fará com que a verdade do íntimo das pessoas se revele. Mas você, Maria, terá grandes transtornos”.

Ana, filha de Fanuel, da grande família de Aser, uma vidente muito idosa, também estava ali no templo. Ela havia vivido com seu marido por sete anos e depois ficado viúva até a idade de oitenta e quatro anos. Dedicava todo o seu tempo a jejuar e orar naquele templo em adoração a Deus. Quando ela viu Jesus e sua família, agradeceu a Deus e declarou publicamente a chegada do Messias a todos os presentes no templo em Jerusalém

Ao terminar o ritual, os pais de Jesus voltaram para Nazaré da Galileia. Ali, o Menino se desenvolvia forte e sadio e era conhecido por sua inteligência superior à sua idade. Deus andava com ele o tempo inteiro.

JESUS ENSINA OS MESTRES – Lucas 2-41-52

Todos os anos, os pais de Jesus iam a Jerusalém para a festa anual da Páscoa. Não foi diferente quando Jesus completou doze anos de idade. Contudo, nessa vez, terminada a festa, seus pais voltaram para casa e esqueceram o menino Jesus em Jerusalém. Pensando que ele estava entre os amiguinhos de viagem, seguiram viagem o dia todo. De repente, notaram a falta de Jesus e começaram a procurar por ele entre parentes e conhecidos.

Desesperados, voltaram a Jerusalém. Depois de três dias de busca, encontraram-no no templo, tranquilo, sentado entre os mestres da Lei dos Judeus, ouvindo e aprendendo o que eles ensinavam. Todos que escutavam o que ele dizia ficavam impressionados com a profundidade e sabedoria de suas perguntas.

Quando seus pais o encontraram, deram uma bronca nele. Maria foi incisiva:

– Filho, por que você fez isso com a gente? Seu pai e eu estávamos doidos à sua procura.

Jesus ficou incomodado:

– Por que vocês estavam me procurando? Será que não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai Celestial, porque aqui é o meu lugar?

Maria e José não compreenderam o que ele queria dizer. Obedecendo a seus pais, Jesus voltou com eles para Nazaré. Maria, por sua vez, ficava ponderando as especificidades de Jesus em seu coração, sem entender direito o que estava acontecendo. Enquanto isso, Jesus ia crescendo em inteligência, perspicácia, espiritualidade e sensibilidade diante de Deus e das pessoas. Todos o queriam bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *