Sem categoria

Episódio 128

A figueira improdutiva; comércio no templo

 

A FIGUEIRA IMPRODUTIVA – Mateus 21:18,19; Marcos 11:12-14

Jesus passou a noite em Betânia. Na manhã do dia seguinte, quando estavam saindo de Betânia, Jesus sentiu fome. Viu uma figueira do lado da estrada cheia de folhas e foi catar figos nela. Chegou perto e não achou nada, a não ser folhas, porque ainda não era tempo de figos. Ficou irritado e disse:

– Que você nunca mais dê frutos!

O poder da oração; a autoridade de Jesus é questionada

O PODER DA ORAÇÃO – Mateus 21:20-22; Marcos 11:20-26

 

De manhã, ao passarem perto da mesma figueira, vira

m que ela estava seca desde as raízes.

Então Pedro se lembrou do que Jesus havia dito à árvore no dia anterior e exclamou:

– Olha Mestre! A figueira que o Senhor amaldiçoou secou!

Os aprendizes também ficaram espantados e questionaram:

– Como a figueira secou tão depressa?

Jesus respondeu:

– Garanto a vocês que se vocês tiverem fé e não duvidarem, vão fazer não apenas isto, mas também dizer a este monte: “mova-se para o mar”, e a ordem de vocês será obedecida. Nesse sentido, eu afirmo: tudo que vocês pedirem em oração, acreditem que já receberam, e exatamente assim como pediram vai acontecer. E quando estiverem orando e se lembrarem que têm alguma coisa contra alguém, perdoem-no para que também o Pai celestial perdoe as suas ofensas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *