Sem categoria

Episódio 117

A persistência; o cobrador de impostos

A IMPORTÂNCIA DA PERSISTÊNCIA – Lucas 18:1-8

 

Jesus contou aos seus aprendizes uma ilustração para ensinar a eles a importância da persistência da oração:

– Em certa cidade existia um juiz que não se importava com Deus e nem se importava com as pessoas. Existia naquela cidade uma viúva que o abordava continuamente, implorando a ele que desse uma sentença favorável contra o seu adversário. Ele nem ligava para ela, até que um dia, finalmente, ponderou e disse: “Embora eu não me importe com Deus e nem com as pessoas, você está me importunando; vou te dar uma solução para que pare de me importunar”.

Jesus enfatizou:

– Prestem atenção no raciocínio do juiz insensível. Por acaso Deus não vai fazer justiça aos seus escolhidos que insistem com ele dia e noite? Será que vai permitir que eles fiquem esperando definitivamente? Acreditem: ele vai tomar providências para que eles recebam justiça, e depressa. Mas quando o Deus-humano voltar ao planeta Terra, será que vai encontrar gente com esse nível de crença?

O COBRADOR DE IMPOSTOS E OS RELIGIOSOS – Lucas 18:9-14

A alguns que confiavam em sua própria justiça e desconsideravam os outros, Jesus contou esta ilustração:

– Dois sujeitos entraram no templo para orar; um deles era de uma religião e o outro um cobrador de imposto desonesto. O religioso ficou de pé e rezava alto: “Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, libidinosos; e nem sou como esse cobrador de impostos desonesto. Jejuo duas vezes por semana e dou dez por cento de tudo quanto ganho”. O cobrador de impostos ficou à distância. Ele nem ousava olhar para o céu, mas, batendo no peito, implorava: “Deus, tem piedade de mim, que sou um pecador”. Afirmo a vocês que este sujeito, e não o outro, voltou para casa purificado, pois quem se exibe vai ser desprezado e quem se humilha vai ser destacado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *