Sem categoria

Episódio 69

Episódio 69

Promessa da água viva

 

PROMESSA DA ÁGUA VIVA

No último e mais importante dia solene da festa, Jesus levantou-se e disse, categoricamente, em alta voz:

– Se alguém tem sede, venha até mim e beba. Quem acreditar em mim, como afirma a Lei dos Judeus, de seu íntimo fluirá rios de água viva.

Ele estava se referindo ao Espírito Santo, à energia que mais tarde receberiam os que acreditassem nele. Até então esse Espírito ainda não tinha sido dado a ninguém, pois Jesus ainda não tinha subido aos céus.

Ao ouvir a sua Mensagem clara, alguns afirmaram que aquele homem certamente era o vidente que viria logo antes do messias, outros que ele era o próprio messias, o Cristo prometido. Alguns, contudo, questionavam como ele poderia ser o Cristo se era da Galileia e a Lei dos Judeus dizia que o Cristo viria da família de Davi, da aldeia de Belém, onde Davi nasceu.

Reinava a confusão. O povo estava dividido a respeito de Cristo. Alguns queriam que ele fosse preso, mas não tinham coragem de pôr as mãos nele. Os bispos e religiosos questionaram aos guardas do templo por que eles não prenderam o acusado. Titubeando, declararam aos guardas:

– Porque ninguém jamais falou da maneira segura e encantadora como esse sujeito fala.

– Será possível que até vocês foram enganados? – questionaram os religiosos. – Por acaso vocês veem alguém entre nós, das autoridades religiosas, acreditando nele? Essa gente é ignorante e acredita em tudo, mas não entende nada da Lei dos Judeus. É uma vergonha!

Nicodemos, que era um deles, que antes tinha estado com Jesus sigilosamente, contestou:

– A nossa lei permite condenar alguém sem primeiro ouvir a sua defesa para apurar o que ele fez de errado?

Eles esbravejaram:

– Você também é da Galileia? Verifique e descobrirá que na Galileia não surgem videntes.

Depois dessa discussão, todos foram embora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *