Sem categoria

Episódios 94,95

A ilustração do credor que não perdoa

ILUSTRAÇÃO DO CREDOR QUE NÃO PERDOA – Mateus 18:23-35

 

Jesus ensinava:

– O Reino dos céus pode ser comparado com o rei que desejava acertar contas com seus empregados. Ao começar o acerto, trouxeram um que devia dez mil reais a ele. Como ele não tinha condições de pagar, o rei ordenou que ele, sua esposa, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida. O empregado prostrou-se na frente dele e implorou:

– Tenha paciência comigo e me dê um prazo que eu vou pagar tudo ao senhor.

O rei, então, ficou com dó do empregado e cancelou a sua dívida, deixando que ele fosse embora. Mas quando o empregado saiu, encontrou um de seus ajudantes que o devia cem reais e o agarrou pela garganta, começando a sufocá-lo e esbravejando:

– Pague-me o que me deve agora!

Então o ajudante caiu de joelhos e implorou:

– Tenha paciência comigo que eu vou pagar tudo a você.

Mas ele não aceitou e mandou que o prendessem na cadeia até que ele pagasse toda a dívida. Quando os outros empregados, na mesma condição dele, viram o que tinha acontecido, foram contar ao rei tudo o que acontecera. Então o rei chamou o empregado e o repreendeu:

– Miserável! Eu perdoei toda a sua dívida porque você me implorou. Será que você não podia ter piedade do seu empregado assim como eu tive de você?

Com raiva, o rei mandou o empregado ser castigado até que pagasse tudo o que devia a ele. Assim também meu Pai celestial vai fazer com vocês se vocês não perdoarem de coração os que devem a vocês.

Episódio 95

Jornada para Jerusalém

COMEÇA A JORNADA PARA JERUSALÉM – Lucas 9:51-62

 

Estava chegando o tempo de Jesus retornar ao céu, então ele tomou a decisão firme de ir para Jerusalém, a capital. Enviou mensageiros à sua frente para reservarem hospedagem. Eles passaram por um povoado samaritano para fazer os preparativos, mas o povoado se negou a recebê-los porque dava para ver que eles estavam de passagem para Jerusalém.

Contrariados com a atitude dos samaritanos, os aprendizes Tiago e João voltaram e perguntaram a Jesus:

– Senhor, podemos pedir que caia fogo do céu para acabar com todos eles?

Mas Jesus, olhando para eles, desaprovou a reação, dizendo:

– Será que vocês não percebem que estão sendo iguais a eles? O Deus-Humano não veio ao planeta Terra para destruir a vida das pessoas, mas para resgatá-las.

Então eles foram para outro povoado. No caminho, um sujeito disse a Jesus:

– Eu vou seguir você por onde quer que você for.

Jesus advertiu a ele:

– Saiba que as raposas têm suas tocas e as aves têm seus ninhos para morar, mas o Deus-humano não tem onde dormir.

Um outro sujeito disse:

– Eu vou seguir você, Senhor, mas primeiro devo voltar e me despedir da minha família.

Jesus respondeu:

– Ninguém que põe a mão no arado, que começa uma empreitada, e fica olhando para trás é apto para o Reino de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *