Sem categoria

Episódio 38

Episódio 38

O Grande Sermão da montanha

 

Fazer sem demonstrar

– Não pratiquem suas boas ações com ostentação para serem vistos pelos outros. Se agirem assim, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial. Portanto, quando vocês ajudarem uma pessoa, não alardeiem como fazem os falsos nas capelas e nas ruas para chamarem a atenção e ser elogiados. Garanto a vocês que eles já receberam toda a sua recompensa. Mas quando você ajudar uma pessoa, faça com discrição, sem que ninguém saiba. Resultado: seu Pai celestial, que vê o que é feito em sigilo, o recompensará pelo ato. E quando vocês orarem, não sejam como os fingidos. Eles adoram orar em pé nas capelas e nas esquinas para todo mundo ver. Garanto a vocês que eles já receberam toda a sua recompensa. Mas quando vocês orarem, tranquem-se no quarto e ore ao Pai Celestial, que está no secreto. Então o Pai Celestial, que vê no secreto, ouvirá e atenderá vocês. Quando jejuarem, não fiquem com um semblante triste como os fingidos, que mudam o semblante do rosto para que as pessoas notem que eles estão sem comer. Garanto a vocês que eles já receberam toda a sua recompensa. Quando jejuarem, lavem o rosto e fiquem com boa aparência para que as pessoas não notem que estão sem comer. Só o Pai celestial, que vê no secreto, sabe de seu gesto. É Ele que os recompensará.

Oração espontânea e honesta

Oração espontânea e honesta

– Quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma coisa, como fazem os religiosos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não sejam iguais a eles, porque o seu Pai celestial sabe do que vocês precisam antes mesmo de vocês pedirem. Orem assim: “Nosso Pai Celestial, que vives nos céus! Honrado seja o teu nome. Que o Teu Reino se torne presente entre nós. Que apenas a tua vontade seja feita, tanto na terra como no céu. Dá-nos hoje o pão que precisamos a cada dia. Desconsidere as nossas dívidas, assim como nós desconsideramos a dívida de nossos devedores. Não nos deixes titubear e cometer maldades, mas livra-nos do mal. Tu podes tudo, porque teu é o Reino, o poder e o merecimento e honra para sempre. Que assim seja!”

Perdoar sempre

– Se vocês perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também perdoará as de vocês. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não perdoará as suas ofensas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *