Sem categoria

Episódio 42

Episódio 42

A cura de um leproso

 

A CURA DE UM LEPROSO – Mateus 8:1-4; Marcos 1:40-45; Lucas 5:12-16

Quando Jesus desceu do monte, a multidão seguiu atrás dele. Ele passava numa das cidades da região quando chegou um homem coberto de lepra. Quando viu Jesus, o homem debruçou-se com o rosto em terra e rogou a ele:

– Se você quiser, tem o poder de me purificar.

Cheio de compaixão, Jesus estendeu a sua mão, tocou no homem e decretou:

– Eu quero. Seja purificado!

Imediatamente ele foi curado da lepra. Jesus, então, pediu que ele fosse embora, com uma severa advertência:

– Olhe, não conte isso a ninguém. Simplesmente, mostre-se ao bispo e apresente a oferta que Moisés ordenou, como forma de você dar o seu depoimento.

Mas o homem não deu a mínima para as orientações. Saiu e começou a tornar público o fato, espalhando a notícia de que tinha sido purificado por Jesus. Por causa disso, Jesus não podia mais entrar publicamente em nenhuma cidade, tinha que ficar do lado de fora, em lugares solitários e em oração. Mesmo assim, pessoas de todas as partes iam ouvir seus ensinos e pedir para serem curadas de suas doenças.

Episódio 42 A

 

A fé do oficial do exército A FÉ DO OFICIAL DO EXÉRCITO– Mateus 8:5-13; Lucas 7:1-10

Em Cafarnaum vivia um doente, à beira morte, o oficial de um comandante do exército romano admirador de Jesus.

Ouvindo falar que Jesus estava em Cafarnaum, o comandante pediu a alguns líderes judeus para intervir junto a Jesus pela cura de seu empregado, que estava de cama, paralítico e sofrendo com muitas dores. Os líderes foram até Jesus e suplicaram a ele com insistência:

– Este homem merece que você faça isso por ele, porque ele ama a nossa nação e construiu a nossa capela.

Jesus concordou e os seguiu. Já estava perto da casa quando o comandante mandou amigos dizerem a Jesus que não precisava se incomodar, pois ele não merecia recebê-lo debaixo de seu teto, motivo pelo qual preferiu mandar amigos, por não se considerar digno de se encontrar pessoalmente com Jesus. Contudo, o comandante pedia ainda apenas uma palavra para que seu empregado fosse curado, pois assim como ele era um homem de autoridade, com soldados sob o seu comando, aos quais ele dava orientações e eles o obedeciam, bastava que Jesus fizesse o mesmo.

Ao ouvir isto, Jesus admirou-se e dirigiu-se para a multidão que o seguia:

– Vejam só. Eu afirmo a vocês que nem em toda Israel encontrei tamanha fé. Muitos virão de diversas partes e crenças ocuparão lugares de distinção à mesa com Abraão, Isaque e Jacó no Reino dos céus. Mas os supostos súditos do Reino serão jogados para fora, num lugar onde há escuridão e angústia.

E então, dirigindo-se ao comandante romano, Jesus disse:

– Vá! Do jeito que você acreditou, assim vai acontecer!

Os homens que foram enviados voltaram para casa e encontraram o empregado restabelecido.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *